Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Gato Pardo

Para quem não conhecia, saiam enquanto é tempo...Para quem já conheceu, puxem duma cadeira...Vem aí a versão 2.0...

Alentejo...The X-Files...

Quem me acompanha faz algum tempo, sabe a paixão que tenho pelas terras alentejanas.

É o cheiro, as planícies, as pessoas...

Como tenho andado por estes lados, tenho observado coisas hilariantes que quero convosco partilhar...

- Como tenho dito, a crise afecta todos os sectores da nossa sociedade...Tenho então o prazer de anunciar que o Alentejo é a primeira zona do nosso país a aderir à restauração unidose...E o que é isto???É um café no Alentejo que vende petiscos à unidade...Camarão a 0,50€ a unidade, para ser mais exacto...Ou então 12 camarões a 5€...Gosto do conceito inovador deste meu camarada...Mas eu se fosse a ele, não me ficava por aí...Há todo um mundo de possibilidades de negócio a considerar...A rodela de chouriço a 0,50€ também me parece bem...Ou então o tremoço vendido à unidade...

Outra coisa que me apraz dizer´é que no Alentejo não há cá merdas...O pessoal gosta da sua pinga...Seja cerveja, vinhaça ou bagaço, o pessoal começa cedo (sim, porque o dia começa é logo pela manhã...).Isto para dizer que no mesmo café onde o camarão é vendido à unidade, tive a oportunidade de observar três senhoras mui dignas com idade para serem nossas avós a marcharem 3 imperiais como gente grande...E nada garante que aquelas fossem as primeiras do dia, porque já estavam discutir padrões de macramé em voz alta como aqueles amigos que bebem uns copos a mais e passam a noite a dizer a frase célebre "és meu amigo, não éééééés???"...

Outra coisa que adoro é a criatividade alentejana...Vou vender tinto carrascão que vai passar por absinto...Como?Simples...Vou adquirir uma cooperativa vinícola e 10 caixas de viagra...É ver o grau daquilo a "subir" dos 12,5º para os 80º num ápice...

Gosto particularmente de percorrer as estradas nacionais, as regionais e os caminhos de cabras que nem assinalados nos mapas aparecem...Qual é a constante presente em todas estas estradas, perguntam vocês?Isso mesmo...As placas que indicam adegas...Posso dizer com algum grau de certeza (e não é o grau de alcoolemia, porra...) que o nº de adegas presentes em território alentejano é comparável ao nº de plásticas a que a tia Lili já se sujeitou naquela fronha...Daí, já podem ver...Aliás, isso só relança as minhas suspeitas que Jesus era alentejano...Aquela coisa de transformar água em vinho explica o porquê de este ser um território parco em água e rico em vinho...Esperemos que o tipo não se lembre de ir visitar o Alqueva...

Aquilo que mais me apraz é a simpatia sem igual dos meus conterrâneos...Não conheço outra parte do país em que perfeitos desconhecidos cumprimentam-se com um bom dia ou um boa tarde...Posso dizer com total certeza que podia caminhar em pelota por uma qualquer povoação e seria cumprimentado por toda a população...Ou então, levando este pensamento ao extremo, ser um terrorista islâmico, ter um cinto de explosivos à cintura e pedir informações no posto da GNR mais próximo...São pessoas afáveis por natureza, de simpatia desinteressada...

Hoje dei-me conta dos trocadilhos maravilhosos que têm...O pedir um cagaço em vez de um bagaço...Pessoalmente, levando em conta que era 11 da manhã quando ouvi isso, acho que se ele continuar a este ritmo ao longo do dia, quem vai apanhar um cagaço vai ser ele quando chegar a casa a tresandar a álcool e ver a mulher de espingarda em punho a apontar-lhe a dita aos tomates...

E para terminar, gosto muito dos transportes típicos (zundaap's, famel's) que fazem um cagaço de tal ordem que parece que é o juízo final que vem ali na estrada (fumarada negra incluída...)...Gosto ainda mais, quando as ditas motas vêm artilhadas com a bela da caixinha de madeira atada atrás com garrafões de vinho lá dentro...Sim, porque nunca se sabe quando é que a dita pode dar o berro no meio do nada...Assim pelo menos, um gajo fica entretido à sombra de um chaparro...

Alentejo...Love it...Love it...Love it...

São as minhas raízes, o meu povo...

Update Alentejano, porra!!!

Ora bem...

Ainda na temática do meu doce Alentejo, tenho a dizer as seguintes coisas...

- Continua a ser um prazer visitar Estremoz...As pessoas são porreiras, descomplicadas e é talvez a única terra onde ninguém me vê a fumar e me vem cravar um cigarro...Borba, só by night e na Feira do Vinho e da VInha...Bom entrecosto e umas migas à maneira...Espectáculo de Stand Up do Francisco Menezes (ver o Levanta-te e Ri, para saberem mais sobre esta peça...)...Francisco, és um grande maluco...Fazes-me lembrar a mim sem o efeito das gotas ou dos alucinogéneos...Adorei o momento em que pediste à menina da fila da frente para desligar o telemóvel...Quase que te imaginei a saltares do palco a gritares "DÁ-ME O TELEMÓBILI, JAHHHH!!!"...És um excelente imitador de vozes...Mas vai daí também já estava atestado...

- Évora está no mesmo sítio...Vila Viçosa também...É o meu tipo de vila...Sossegada...Foi um prazer as 3 horas que aí passei...

- Alandroal tem melhor pinga do que eu imaginava...E umas plumas de porco preto de chorar por mais...Ó Manel, já guardei o teu nº no telemóvel...Daqui por 3 meses falamos, ok?

- Arraiolos...Das duas uma...Ou os lugares de estacionamento encurtaram significativamente ou o carro aumentou de tamanho, porque não tenho o hábito de ter de estacionar no meio das rotundas...As minhas sinceras desculpas à GNR de Arraiolos por ter impedido o Ti António de ir regar as batatas a tempo e horas porque o tractor não passava na rotunda...

Dois dias de Alentejo deram nisto...Boa disposição, rentabilidade muito acima do esperado, bom tinto e boa comida...

Já no passado me diziam...Tudo o que levas desta vida, é o prazer do que (e quem) comes, as pielas do vinho que bebes e as conversas e bons momentos com os amigos...Se concordo?Um pouco...Alguns dos melhores momentos da minha vida, foram passados com uma roda de amigos à mesa, bem regados a um bom vinho e bem aviados com excelente gastronomia...E muitas gargalhadas...

 

 

Meu adorado...

...Alentejo...

Tinha saudades...

Das paisagens douradas de searas que se estendem até onde o olhar alcança, das barragens de águas calmas, das pedras inertes que tantas histórias poderiam contar de quem nelas repousou...As estradas intermináveis, os kms a fio que conduzimos sem que nos cruzemos com qualquer outro carro...

Adoro o meu Alentejo e as suas estradas secundárias que parecem não levar a lado nenhum e que me dão a conhecer algumas das vilas mais maravilhosas que tive o prazer de conhecer...

É onde permanece a minha alma, o meu refúgio de todos os momentos, onde me sinto verdadeiramente em casa...

Hoje senti-me mais eu...

Uma caixinha catita que permite pesquisar as entranhas dos últimos anos de posts. Muito útil, principalmente porque nem eu já me lembro de metade do que escrevi...

 

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Calendário

Julho 2019

D S T Q Q S S
123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031

Licença

Licença Creative Commons
Este obra para além de estar razoavelmente bem escrita (se assim não fosse, não havia tanta gente a plagiá-la), está também licenciada com uma Licença Creative Commons - Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D